As tradições de Natal nos EUA

Olá pessoal, tudo bem?
Faz um tempinho que não escrevo um post, pois essas últimas semanas na escola têm sido super corridas com todas as preparações para o final do ano.

Mas, com o chegar do final do ano, não podemos deixar de falar de NATAL! Quem aí está animado?

Percebi que uma das grandes diferenças é que, no Brasil, o Natal é celebrado na véspera, enquanto nós aqui celebramos no dia 25 mesmo. Aqui é uma lista de algumas das coisas que americanos fazem, inclusive a minha própria família:


  • A troca de presentes. Isso talvez seja a coisa mais importante para americanos (que moramos num país capitalista e consumista!)...
  • Decorações de Natal, inclusive a árvore, sempre com uma estrela no topo.
  • Tomamos muito, muito chocolate quente durante o mês de dezembro, especialmente com hortelã. 
  • Cantamos hinos de Natal, especialmente na igreja, o mês inteiro.
  • Na minha família, assistimos a um filme de Natal (há vários de que gostamos, como A Christmas Story, Elf, It's a Wonderful Life, etc.) na véspera, e comemos tamales, que é uma comida mexicana parecida com pamonha. Acordamos cedíssimos na manhã de Natal (normalmente às 5h) para abrir presentes, e depois passamos o dia com a família.
Normalmente, deixamos todas as decorações de Natal até o Ano Novo. 

E daí, quais são suas tradições no Brasil?



Ser e estar em inglês

Olá pessoal, tudo bem?

Hoje vim explicar um pouco sobre as diferenças entre ser/estar em português e "to be" em inglês.

A coisa boa é que ao invés de ter duas palavras, só temos "to be". (Na verdade, é mais difícil para os estrangeiros entenderem que ser/estar têm a mesma tradução, mas são utilizados para situações e contextos diferentes.)
"To be" pode descrever tanto qualidades permanentes quanto temporais.

A conjugação no presente é irregular:
I am
You are
He/She/It is
We are
You (plural) are
They are

Então, para "Estou com frio", usa-se "I am cold". Para "Sou alto", usa-se "I am tall".

Há algumas exceções entre as duas línguas (sempre há, né??).
Em português, usa-se o verbo "ter" com idade, mas em inglês, é o verbo "to be".
"Tenho 20 anos" traduze-se como "I am twenty years-old". (Isso é um erro muito comum entre falantes não-nativos.)

Também, é comum entre os falantes não nativos dizer: I am with hunger/thirst/rush, que é a tradução literal de "Estou com fome/sede/pressa". Porém, usamos a forma adjetival: I am hungry/ I am thirsty/ I am rushed.

E aí, entenderam?
Conseguem pensar em outros exemplos?


O que deve fazer DEPOIS da Nomen?

Olá pessoal, tudo bem?

Hoje vim falar um pouco a respeito das suas opções para depois de estudar na Nomen. Muitos de nossos alunos já vêm à Nomen com a intenção de voltar para seus próprios países, que muitas vezes, é uma ótima escolha. Pelo menos no Brasil, ter uma experiência de fora ajuda bastante em entrevistas.

Mas, o que tem para os alunos que não estão prontos a voltar?


  • Além de nosso curso de inglês, oferecemos cursos de preparação para provas de entrada, como TOEFL, GMAT, LSAT, GRE, etc. Recomendo esses cursos, pois ter um boa fluência em inglês muitas vezes não é suficiente para passar num exame. Nesses cursos, os alunos e aprendem algumas técnicas e dicas para usar no exam, além de ter oportunidades de fazer "practice exams". 
  • A maioria das universidades aqui pedem o TOEFL. Por exemplo, a BYU (onde eu estudo) requer um 80 no TOEFL para estudantes estrangeiros. Fazer um curso só para o TOEFL ajuda MUITO. A coisa boa da Nomen é que pode manter seu visto de estudante enquanto você faz o curso de preparação, que não é o caso em outros cursos.
  • Se já for formado no seu próprio país, fazer um mestrado aqui é uma excelente opção. Por isso, oferecemos cursos do GMAT (para Business masters), etc. 
  • Normalmente, enquanto você faz seu mestrado, pode trabalhar no campus. O governo dos EUA permite que os estudantes estrangeiros trabalhem por um ano depois de formar, sem ter que tirar o visto de trabalho. 

Se tiverem mais perguntas, podem comentar embaixo desse post, ou me mandar um email: cai.olsen@nomenglobal.com.




Expressão do dia: All For It

Oi pessoal, tudo bem?
Vim ensinar uma nova gíria em inglês: all for it. Alguém sabe o que significa essa frase?



Então, a frase é utilizada como um adjetivo, mesmo sendo mais de uma palavra. Por exemplo: I'm all for it! He's all for it. Yes, she's all for it.

Significa  "estar dentro" ou "concordar". Por exemplo:

Friend 1: Hey buddy, do you want to spend the night at my house tomorrow? We can eat pizza and play video games!
Friend 2: Yeah, that sounds awesome. I'm all for it!

Amigo 1: Amigo, você está afim de passar a noite na minha casa? Podemos comer pizza e jogar video games.
Amigo 2: Uhum, tá ótimo. Tô dentro!

Diferente das outras frases sobre que escrevi no blog, essa frase não se encontra muito no negativo, ou seja, você nunca vai ouvir "I'm not all for it". (Pois, fica estranho!)

Uma outra forma de dizer essa gíria é "Count me in!", que também significa "Estou dentro!".

Espero que tenham gostado!
Alguém consegue pensar num outro exemplo?

 Se quiser mais informações sobre nosso curso, ou se quiser saber como você pode fazer um intercâmbio nos EUA, clique aqui.

Entrevista com Caroline Barros

Nome: Caroline Barros

Idade: 20

De onde você é: São Paulo

Quais foram os motivos de seu intercâmbio nos EUA?

Quero fazer faculdade aqui, pois aqui é bem melhor do que muitas faculdades do Brasil. Aqui acaba tendo um campo melhor, melhores oportunidades.

Quais são suas metas aqui?

Provavelmente fazer uma universidade, talvez um double major. 

Pretende voltar ao Brasil? 

Não, por um bom tempo. 

O que você mais gosta da Nomen?
Além dos professores, dá muitas boas experiências e ajuda muito no inglês.

O que você acha que é mais diferente entre a cultura brasileira e a cultura americana?
A comida. E tempo.

O que você mais gosta dos EUA?
Tanta coisa. Gosto do som da língua, gosto muito, aqui de Utah, das paisagens, do respeito que eles têm de parar o carro para você atravessar a rua, etc.

O que você menos gosta dos EUA?
É difícil receber o greencard, e que eu não posso ter um cachorro aqui.

De que você sente mais falta do Brasil?
Da minha família, dos meus amigos e dos meus cachorros.

Algum preconceito falso daqui?
Ah, que o povo é muito frio, preconceito racial. 

Numa escala de 0 a 10, como você avaliaria a sua experiência aqui nos EUA? (0 sendo péssimo, 10 sendo o máximo!)

10, tem muita coisa que eu experimentei que não iria ter experimentado no Brasil. 



Entrevista com Bruna Vasconcelos

Nome: Bruna Vasconcelos

Idade: 23

De onde você é: São Paulo

Quais foram os motivos de seu intercâmbio nos EUA?

Quero entrar no programa de MBA da BYU. 

Quais são suas metas aqui?

Quero fazer MBA, talvez um interestágio, se eu conseguir.

Pretende voltar ao Brasil? 

Depende. Agora não, mas se eu conseguir fazer o MBA e depois conseguir um trabalho no Brasil, eu vou voltar.

O que você mais gosta da Nomen?
Por causa dos professores. Eles são bem accessíveis, sempre estão dispostos a ajudar.

O que você acha que é mais diferente entre a cultura brasileira e a cultura americana?
Tem muita coisa. A primeira coisa é comida--é muito diferente. A segunda coisa é que americanos são bem... "restricted". Eles gostam de fazer tudo step-by-step, enquanto brasileiros não se importam se começar no começo ou no fim, só se o resultado é o mesmo.

O que você mais gosta dos EUA?
Gosto mais do paisagem.  

O que você menos gosta dos EUA?
O que eu menos gosto é que...pois os brasileiros são muito mais carinhosos, gostam de brincar. Americanos são muito mais fechados. 

De que você sente mais falta do Brasil?
Da minha família...é difícil ficar longe da família.

Algum preconceito falso daqui?
Quando você cresce na igreja no Brasil, você tem a ideia que os membros nos EUA, especialmente em Utah, têm um nível espiritual mais elevado. Mas ao chegar aqui, descobri que é o oposto. 

Numa escala de 0 a 10, como você avaliaria a sua experiência aqui nos EUA? (0 sendo péssimo, 10 sendo o máximo!)

10. Se você vem pra cá e não tem a experiência que você quer, o problema é com você. 

Expressão do dia: Piece of cake!

Olá pessoal, tudo bom?

Espero que essa categoria de posts tem sido útil para vocês.
A expressão idiomática de hoje é "piece of cake", que literalmente significa "pedaço de bolo". (Que gostoso!)

Mas, a gente usa "piece of cake" para descrever algo que é muito fácil de fazer. 
É comum ouvir ambos "Piece of cake!" como uma expressão só, ou "That's a piece of cake!"

Vamos ver alguns exemplos?

Teacher: Your homework tonight will be to write a three page paper about the history of Brazil.
Student: Only three pages?
Teacher: Yes, three pages maximum
Student: Piece of cake!

Professor: Sua tarefa por hoje será um ensaio de 3 páginas sobre a história do Brasil.
Aluno: 3 páginas só?
Professor: Sim, 3 no máximo.
Aluno: Que fácil!

E aí, entenderam? Conseguem pensar num exemplo de algo que é um "piece of cake"?



A Expressão do Dia: I Can't Wait!

Olá pessoal, tudo bem?
Vim ensinar mais uma frase de inglês, a qual eu acho útil para vocês.

A frase é "I can't wait", que significa "Não consigo esperar!" A frase implica que você está animado, mas também usamos essa frase como um jeito de dizer bye (tchau).

Vamos ver um exemplo?

Friend 1: Hey, do you want to go to dinner with me?
Friend 2: Sure. What time?
Friend 1: Maybe around 6 or 6:30. What do you think?
Friend 2: Sounds good! Did you already choose the restaurant?
Friend 1: No, but I pick you up and we can decide together.
Friend 2: Okay, great. I can't wait!

Viu como "I can't wait" foi a última coisa que o Amigo 2 disse? É porque é entendido, nesse contexto, como "tchau" ou "até mais".

Amigo 1: E aí, quer jantar comigo?
Amigo 2: Pode ser..à que horas?
Amigo 1: Talvez pelas 6 ou 6:30. O que acha?
Amigo 2: Tá ótimo. Já escolheu o restaurante?
Amigo 1: Não, mas quando for te buscar, podemos escolher juntos.
Amigo 2: Tá bom. Não consigo esperar!


Entenderam? Tem alguma coisa que vocês can't wait for? :) Escrevem nos comentários embaixo!


Entrevista com Giovane Moreira

Olá pessoal, tudo bem?
Queria começar a entrevistar alguns alunos brasileiros da Nomen, para que eles possam contar um pouco da experiência deles. Vamos começar com meu amigo, Giovane Moreira!





Nome: Giovane Moreira

Idade: 28

De onde você é: Porto Alegre, Brasil

Quais foram os motivos de seu intercâmbio nos EUA?

Principalmente, para aprender inglês para conseguir uma nova oportunidade na minha área no Brasil. E também, para poder conhecer novos lugares. 

Quais são suas metas aqui?

A principal meta é a de aprender inglês, mas também para conhecer o povo daqui. E, já que estou aqui, quero conhecer novos lugares. 

Quais são seus planos para depois da Nomen Global?

Quero entrar no LDS Business College ou qualquer outra faculdade dos EUA, pois isso vai abrir muitas outras portas para mim no Brasil.

Pretende voltar ao Brasil? 

Sim!

O que você acha que é mais diferente entre a cultura brasileira e a cultura americana?

Hmm.. Os americanos são um povo que é muito quieto para fazer qualquer coisa--mais fechado, sério, enquanto o povo brasileiro é mais festeiro. Pois aqui, onde estou fazendo meu curso, isso é uma diferença que sinto muito.

O que você mais gosta daqui?

O que mais gosto daqui é a oportunidade--tem muitas mais oportunidades de estudar, muito mais do que no Brasil. 

O que você menos gosta daqui?

Não gosto do inverno, nem no Brasil. 

De que você sente mais falta do Brasil?

Duas coisas que sinto muita falta--na verdade são três: a família, meus amigos e a comida. 

Algum preconceito falso daqui?

Bom, no Brasil a gente ouve que o povo americano é um povo muito preconceituoso, que discrimina muito. Mas não é tudo assim não--conheci vários americanos que são muito melhores do que as próprias pessoas do meu país.

Numa escala de 0 a 10, como você avaliaria a sua experiência aqui nos EUA? (0 sendo péssimo, 10 sendo o máximo!)

Acredito que agora, no estado que estou, é 7.





Expressão do dia: To Go By

Olá gente, tudo bem?

Hoje, eu estava pensando em alguns assuntos que seriam importantes para alunos estrangeiros ao chegarem nos EUA.
Um que veio à mente foi: apresentações, ou seja, quando você se apresenta a uma outra pessoa.

Uma realidade que não podemos ignorar é a de estrangeiros terem nomes que são difíceis para os americanos pronunciarem. Por isso, a frase "to go by" é muito útil!

Vamos supor que seu nome é algo assim: Francisco Rodrigo Medeiros Ferreira de Campos. Um nome bem difícil, né? (Talvez para os brasileiros também!) No Brasil, é muito comum chamar alguém de um apelido ao invés de usar o nome completo--e aqui nos EUA, seria mais fácil de usar o apelido, por causa das diferenças entre as línguas.

Então, Francisco diria:
"Hi, my name is Francisco Rodrigo Medeiros Ferreira de Campos, but I go by Chico."
(Oi, meu nome é Francisco Rodrigo Medeiros Ferreira de Campos, mas podem me chamar de Chico.)

Entenderam? "To go by" não tem nada a ver com o verbo "ir", mas se refere ao título que você prefere.

Quero pedir desculpas já para todos vocês que têm nomes que talvez sejam difíceis de pronunciar--sim, quase ninguém vai conseguir falar seu nome da maneira certa. (Devem se acostumar já!) Mas, decorem essa frase e eu garanto que vai ficar mais fácil!


Expressão do Dia: Under the Weather

Olá pessoal, tudo bem?
Hoje vim ensinar mais uma expressão. Lembrem-se que é sempre bom escrever essas novas expressões num caderno ou em cartões para poder revisá-las depois. Vamos lá?

Aqui em Provo, o mais frio que chega, mais pessoas que ficam doentes! Pelo menos, esse é o caso comigo (e com minhas companheiras de quarto--tadinhas!). Por isso, decidir explicar a frase idiomática, "to be under the weather". Significa que você não está se sentindo muito bem, ou que você está doente.

É importante notar que "to be under the weather" não é nada sério-- nós usamos essa frase para aqueles dias em que você acorda, se sente mal e não quer sair da cama. Para situações/doenças mais graves, diriamos outra coisa.

Vamos ver um exemplo:

Friend 1: Hey, how are you?
Friend 2: Oh, I'm not so good.
Friend 1: Uhoh, what's wrong?
Friend 2: Nothing too serious. I'm just feeling under the weather.

Amigo 1: E aí amigo, como você está?
Amigo 2: Ah, não estou tão bem não.
Amigo 1: Opa, o que é que está errado?
Amigo 2: Não, nada muito sério, só que estou me sentindo um pouco doente.


E aí, entenderam? Conseguem pensar numa outra frase que significa a mesma coisa?


Açaí nos EUA?

Eu me lembro da primeira vez que tomei um açaí. Já tinha ouvido falar em açaí, especialmente porque é conhecido como um "superfood" aqui. Estava ficando na moda aqui nos EUA, aparecendo em sucos (misturado com outras frutas) e em vitamínas--todo mundo estava ficando curioso sobre esse "purple Amazonian berry".

Quando fui conhecer João Pessoa em 2012, a primeira coisa que queria fazer foi, claro, tomar um açaí verdadeiro! Fui com meu pai e alguns amigos para um barzinho ao lado da praia e lá peguei um "açaí completo"--com nozes, mel, banana e granola. Foi a coisa mais gostosa que já comi!

Ao voltar, fiquei com muitas saudades de açaí--pois ainda não tinha aquele açaí na tigela de que gostei tanto.
À minha surpresa, quando fui visitar alguns parentes na Califórnia, vi que váaarios barzinhos na praia estavam vendendo açaí na tigela!! Quando provei, gostei até mais do que o açaí no Brasil, por causa das coberturas que colocaram encima. (Coco, morango, mel, granola, berries--tudo de bom.)

Hoje em dia, meu noivo trabalha num restaurante, em que os donos são brasileiros. Eles também começaram a vender açaí na tigela, e com grande sucesso. Posso dizer, pelo que observi, que os americanos estão se apaixonando pelo açaí! Até chegou a ser vendido no Jamba Juice, uma franquia nacional de smoothies.

É muito legal ver a cultura brasileira ser espalhada nos EUA! Espero que isso continue.




Com Sono, Cansado, Sleepy e Tired

Olá pessoal, tudo bem?
Hoje vim ensinar algumas novas palavras para vocês.

Quando eu estava aprendendo português, nunca entendi que eu não podia usar "cansada" para dizer que eu estava com sono. Muitas vezes, falei "Tô cansada", mesmo quando ainda estava de manhã, e tinha acabado de acordar.

Por que? Em inglês, nós usamos "I'm tired" para os dois--estou cansado(a) e estou com sono.
Mas claro, há situações em que pode usar um e não ou outro.
Depois de malhar? I'm tired.
Depois de acordar? I'm still sleepy/tired.
Depois de trabalhar muito (fisicamente)? I'm tired.

I'm tired, então, significa "Estou cansado", enquanto "I'm sleepy" é "Estou com sono". Mas, como falei, nós usamos "I'm tired" para os dois--na verdade, em qualquer situação em que você quer deitar, I'm tired é aceitável. :)

E aí, aprenderam algo? Quantos de vocês ficaram com sono depois de ler este post?


A Experiência de Filipe Bezerra na Nomen Global

Olá pessoal,

Meu nome é Luis Filipe, tenho 25 anos e sou natural de Cuiabá-MT. Há um ano atrás tomei uma de minhas decisões mais acertadas, vir aos EUA para um curso de inglês. Aqui pude conhecer diferentes culturas, pessoas, lugares e venho tendo uma experiência maravilhosa em Provo, estado de Utah. Mas, clichês à parte, gostaria de apresentar o porque sempre apoio qualquer brasileiro que tenha o desejo de vir a experimentar dessa experiência. Não me lembro exatamente o dia e nem o momento que propriamente decidi embarcar nesse desafio. Mas, me lembro os motivos. Em uma entrevista de emprego que participei, o entrevistador me perguntou se eu tinha alguma experiência no exterior. Disse que não e logo perguntei se aquilo contava muito. Ele me disse que era um grande diferencial, principalmente para a área comercial. Aquilo me chamou a atenção e ao buscar mais afundo sobre a idéia de vir aos EUA, percebi que em muitos casos a decisão de vir pode se tornar um investimento educacional, somado a uma experiência de vida maravilhosa e uma ótima oportunidade de se divertir. Tudo em um pacote só. É lógico que não é fácil e muito menos barato, mas vale cada centavo. Ou melhor, cada cents. Sua mente se abre a perspectivas que você jamais teria no aconchego de sua casa, em
seu país. E mesmo que, diferente de mim, você decida retornar ao Brasil, pode ter certeza de que terá uma visão ampliada que o tornará um melhor profissional, estudante e até cidadão. Por isso, não perca tempo e matricule-se já na Nomen Global para uma experiência que pode transformar sua vida!
Podem mandar todas suas dúvidas e perguntas a cai.olsen@nomenglobal.com. Estamos aqui para ajudá-los!

좀 전에 올린 기사에 대한 제 한국어 번역입니다. 개인적 번역이지만 저작권이나 기사 권리에 대한 남용이 된다면 삭제하겠습니다. (개인적인 번역이라 오역이 있을 수 있습니다)

Three scientists have jointly earned the Nobel Prize in physics for their work on blue LEDs, or light-emitting diodes. Why blue in particular? Well, blue was the last -- and most difficult -- advance required to create white LED light. And with white LED light, companies are able to create smartphone and computer screens, as well as light bulbs that last longer and use less electricity than any bulb invented before.
청색 LED(발광 다이오드)에 대한 업적으로 3명의 과학자가 노벨 물리학상을 공동 수상했습니다. 왜 청색이 특별할까요? 네, 청색은 최후의, 그리고 가장 어려운 백색 LED를 만드는 과정이기 때문입니다. 그리고 백색LED를 가지고 회사들은 스마트폰이나 컴퓨터 스크린을 만들고 또한 지금까지 나온 어떤 전구보다 효율적이고 오래가는 전구를 만들기 때문입니다. 
LEDs are basically semiconductors that have been built so they emit light when they're activated. Different chemicals give different LEDs their colors. Engineers made the first LEDs in the 1950s and 60s. Early iterations included laser-emitting devices that worked only when bathed in liquid nitrogen. At the time, scientists developed LEDs that emitted everything from infrared light to green light… but they couldn't quite get to blue. That required chemicals, including carefully-created crystals, that they weren't yet able to make in the lab.
LED는 기본적으로 활성화 될 때 빛을 발산하게 만들어진 반도체입니다. 여러 다른 화학물질들이 LED의 다른 색을 낼 수 있습니다. 첫 LED는 1950, 60년대에 엔지니어들에 의해 만들어졌습니다. 초기에는 엑체 질소에 잠겼을 때만 작동하는 레이져 발산 장치등이 있었습니다. 그때 과학자들은 적외선부터 녹색까지 빛을 내도록 발전시켰지만 청색을 얻어내지는 못했습니다. 청색은 몇몇 화학물질, 섬세하게 제조된 수정등이 필요했는데 그건 실험실에 얻어낼 수 없었습니다.   
Once they did figure it out, however, the results were remarkable. A modern white LED lightblub converts more than 50 percent of the electricity it uses into light. Compare that to the 4 percent conversion rate for incandescent bulbs, and you have one efficient bulb. Besides saving money and electricity for all users, white LEDs' efficiency makes them appealing for getting lighting to folks living in regions without electricity supply. A solar installation can charge an LED lamp to last a long time, allowing kids to do homework at night and small businesses to continue working after dark.
하지만 찾아냈을 때, 그 결과는 놀라운 것입니다. 이 최신의 백색 LED 전구는 사용 전력의 50%를 빛으로 바꿀 수 있습니다. 기존 백열 전구의 4%의 효율과 비교해서 하나의 효율적인 대체 전구를 얻는 것입니다. 모든 사용자의 돈과 전기를 아낄 뿐만 아니라 백색 LED는 전기가 들어가지 못하는 지역까지 커버할 수 있게 됩니다. 태양광 전기가 설치되고 LED램프를 더 오래 켤 수 있게 됩니다. 어린이들의 일몰 후 숙제나 작은 기업체들의 작업도 가능하게 됩니다.   
A modern white LED lightblub converts more than 50 percent of the electricity it uses into light. Compare that to the 4 percent conversion rate for incandescent bulbs.
LEDs also last up to 100,000 hours, compared to 10,000 hours for fluorescent lights and 1,000 hours for incandescent bulbs. Switching more houses and buildings over to LEDs could significantly reduce the world's electricity and materials consumption for lighting.
LED는 형광등 1만시간, 백열등 1천시간등에 비해 10만시간을 지속될 수 있습니다. 가정과 회사의 전구를 바꾸는것 만으로도 전 세계 전력소비량과 빛으로 소비되는 물질을 대량으로 줄일 수 있습니다. 
A white LED light is easy to make from a blue one. Engineers use a blue LED to excite some kind of fluorescent chemical in the bulb. That converts the blue light to white light.
백색 LED는 청색 LED에서 손쉽게 만들어 낼 수 있습니다. 엔지니어들은 청색 LED에 형광 화학물질을 첨가해 발광시켜 청색을 백색으로 전환합니다. 
Two of this year's prize winners, Isamu Akasaki and Hiroshi Amano, worked together on producing high-quality gallium nitride, a chemical that appears in many of the layers in a blue LED. The previous red and green LEDs used gallium phosphide, which was easier to produce. Akasaki and Amano discovered how to add chemicals to gallium nitride semiconductors in such a way that they would emit light efficiently. The pair built structures with layers of gallium nitride alloys.
두명의 노벨상 수상자, 이사무 아카사키와 히로시 아마노는 청색 LED의 여러 층을 형성하는 고순도의 갈륨화 질소에 대해 연구했습니다. 그 전에는 청, 적색 LED에 얻기쉬운 갈륨인화물을 사용했습니다. 아카사키와 아마노는 칼륨화 질소를 어떻게 반도체에 더할 지 연구했고 그 결과로 더 효율적으로 빛을 발산하는 방법을 발견했습니다. 갈륨화 질소의 쌍을 이루는 구조체 합금이 이것입니다. 
The third prize-winner, Shuji Nakamura, also worked on making high-quality gallium nitride. He figured out why gallium nitride semiconductors treated with certain chemicals glow. He built his own gallium nitride alloy-based structures.
Both Nakamura's and Akasaki's groups will continue to work on making even more efficient blue LEDs, the committee for the Nobel Prize in physics said in a statement. Nakamura is now a professor at the University of California, Santa Barbara, although he began his LED research at a small Japanese chemical company called Nichia Chemical Corporation. Akasaki and Amano are professors at Nagoya University in Japan.
세번째 수상자, 슈지 나카무라는 고순도 갈륨화 질소 생성에 대해 연구했습니다. 그는 갈륨화 질소 반도체가 특정 화학물질을 빛나게 한다는 것을 밝혀 냈습니다. 그는 자신의 갈륨화 질소 함금 구조체를 만들어 냈습니다. 나카무라와 아카사키 두 그룹은 계속해서 더 높을 효율을 가진 청색LED를 연구할 것이라고 노벨상 물리 위원회에서 밝혔습니다. 나카무라는 일본의 니치아라는 작은 화학 회사에 시작했지만 지금은 UC 산타 바바라의 교수입니다. 나머지 아카사키와 아마노는 모두 일본 나고야 대학의 교수입니다.  
In the future, engineers may make white LEDs by combining red, green, and blue ones, which would make a light with tunable colors, the Nobel Committee wrote.
미래에 엔지니어들은 적, 녹, 청의 LED를 조합해 백색 LED를 만들것입니다. 이렇게 되면 LED로 색을 변경할 수 있게 될거라고 노벨상 위원회는 말했습니다. 

이번 2014 노벨 물리학상 수상에 대한 기사입니다. Blue LED 개발 공로로 3명의 일본인이 받았는데요, 왜 Blue LED가 중요한지 한번 읽어볼 만한 기사입니다.
링크는 아래 걸테니 직접 페이지로 가셔도 좋습니다.

(from link below)
http://www.popsci.com/article/technology/why-blue-led-worth-nobel-prize

Como se acostumar à vida em Provo

Olá pessoal, tudo bem?

Queria falar um pouco sobre as dificuldades que muitos alunos estrangeiros têm que enfrentar ao chegarem aqui nos EUA. Uma que é forte é a diferença cultural.

Posso garantir a vocês que Provo é um dos melhores lugares para encontrar uma variedade de culturas estrangeiras, brasileira sendo uma das principais.

Além de ter uma comunidade brasileira muito forte aqui, há vários restaurantes, festas brasileiras e falantes de português. Uma das razões disso é por causa da Igreja Mórmon, que tem membros do mundo inteiro. A BYU possui o melhor programa de português no país, e há muitos (mas MUITOS) ex-missionários da igreja que fizeram missões no Brasil.

Já que há uma grande população que fala português, a BYU oferece várias atividades todo mês, como aulas de forró, "bate-papos" no campus com lanches brasileiros, palestras em português e muito mais.

Sei que o propósito de vir para os EUA é, claro, aprender inglês. Mas podem ficar comfortos que, se forem estudar aqui na Nomen Global, sempre vai ter um pedaçinho do Brasil disposto a vocês.


Shows no Teto: Neon Trees em Provo

Olá pessoal, tudo bem?

Como vocês sabem, eu normalmente escrevo sobre algum aspecto legal da cidade de Provo--às vezes parece que são infinitos!

Únicos a Provo são os Shows no Teto (Rooftop Concert), onde bandas locais tocam no teto de um prédio no centro da cidade. O show é de graça, e aberto para todas as idades! Acontece sempre na primeira sexta do mês, de abril até outubro, já que nos outros meses faz frio demais!

Já fui três ou quatro vezes nesses shows. Gente, é muito legal mesmo. Tem um ambiente bem hipster, com todo mundo sentando no chão com um cobertor, e outros perto do palco, cantando juntos com as bandas de Provo. O prédio é decorado com cordas de luzes de Natal e lanternas de papel, e sempre há estandes de vários patricionadores, como Google.

Esse fim de semana passado foi muito especial. Já que estamos em outubro, foi o último show do ano. Convidaram então "The Neon Trees" para tocar, e mesmo que é uma banda bem famosa, o show ainda foi de graça. A cidade fechou a rua central, e começou a ser lotada com milhares de pessoas, e também vieram vários fornecedores, vendendo camisas da banda, lanches e mais.

Enfim, o evento foi um grande sucesso que não vai ser esquecido logo!

Para poder participar em todas as atividades que Provo oferece, por que não se inscrever na Nomen Global hoje?




Expressão do Dia: To Sleep In

Em inglês, há frases de verbos que incluem preposições. Essas preposições fazem parte da frase de verbo, pois sem a preposição, o verbo tem um significado diferente.

Vamos ver um exemplo para enclarecer esse assunto?

"To sleep" é traduzido como "dormir". É um verbo intransitivo que representa uma ação simples--dormir. Não precisa de nenhuma preposição, nem de um objeto direto ou indireto.

Porém, a frase "to sleep in" é outra coisa completamente, pois a preposição muda o significado. Não quer dizer "dormir dentro de algo", mas sim, "acordar tarde".

Vamos ver a diferença?

Exemplo: I slept for 8 hours last night.
Dormi por 8 horas ontém à noite.

Exemplo: I slept IN until 8am, and missed my first class.
Acordei às 8 horas de manhã e então perdi a primeira aula do dia.


Entenderam?

Alguém pode pensar em um exemplo diferente? Deixe-o nos comentários embaixo desse post!


As Luzes de Provo

(Recurso: clique aqui)

Todo ano, os cidadãos de Provo vão para o centro da cidade e colocam cordas de luzes de Natal nas árvores e nos prédios para iluminar a área e celebrar o começo de outono e inverno. O frio aqui em Utah já está chegando, e o tempo do verão está acabando--então hoje será o dia das luzes!

As luzes vão ajudar a quem esteja passeando pelo centro, pois vai conseguir ver melhor à noite, e assim será mais seguro. Também, as luzes são energeticamente eficientes--só uma outra razão porque Provo é uma das melhores cidades nos EUA.

Esse fim de semana também vai incluir o último show na série "Rooftop Concerts", onde bandas locais dão shows com entrada de graça para qualquer pessoa. E, como o nome indica, o show é sempre tocado no teto de um prédio no centro de Provo. As luzes de Natal estarão prontas para o último show, criando um efeito estético muito legal.

Como vocês podem ver, Provo é uma cidade que oferece várias atividades para todos na comunidade. Sempre há algo acontecendo aqui! Isso é uma das razões para vocês se inscreverem na Nomen Global HOJE.



Expressão do dia: Rough Time

Eu garanto que você vai ADORAR seu tempo aqui na Nomen Global. (Por que não se inscrever hoje?) Porém, todos nós temos dificuldades. Por isso, decidi que a expressão do dia seria: to have a rough time.

Essa frase significa "ter dificuldade" ou quase não conseguir fazer algo, porque foi difícil.

Alguns exemplos: I had a rough time getting out of bed this morning.
Foi difícil sair da cama hoje de manhã.

I had a rough time arriving at work today.
Foi difícil chegar no trabalho a tempo hoje.

They had a rough time finding a good dress for her.
Eles tiveram dificuldade em achar um bom vestido para ela.

E aí, quais são seus "rough times?" Deixa um comentário embaixo desse post!


Algumas das diferenças entre as universidades brasileiras e estadunidenses

Olá pessoal, tudo bem?


Hoje vim falar um pouco sobre as diferenças que percebi entre as universidades de lá e de cá. Meu noivo, que é brasileiro, já me explicou um pouco sobre a experiência dele na UFMT, e já que estou estudando na BYU (uma das melhores universidades particulares aqui), achei que seria legal fazer essa comparação. Vamos lá?




  1. Enquanto há universidades públicas e particulares nos dois países, NENHUMA é de graça aqui nos EUA. No Brasil, claro, as públicas são de graça. 
  2. O que é uma universidade pública aqui então? É uma que é do estado. Geralmente, as taxas escolares são mais baixas nas universidades públicas, mas sempre depende do lugar. Também, os cidadãos do estado podem pagar um valor menor se decidirem entrar na universidade do mesmo estado--isso se chama "in-state tuition". Isso é porque os alunos do estado mesmo (e provavelmente os pais deles) têm pagado os impostos sobre o rendimento por anos e anos. Esses impostos são usado pelo governo do estado para construir e manter as universidades. 
  3. As universidades particulares, como falei, normalmente são bem mais caras, pois são as melhores do país. A BYU, felizmente, tem a taxa escolar mais baixa de todas as universidades particulares do mundo. Sorte minha, né? Isso pode ser explicado pela A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, também conhecida como a igreja Mórmon. Foi a igreja que construiu a universidade no século 19, e possui-a até hoje. Todos os membros da igreja são encorajados a pagar o dízimo, ou seja, 10% do próprio salário. Uma parte desse dinheiro paga as despesas da BYU, que por sua vez, acaba abaixando o valor que os alunos pagam. 
  4. Os exames de admissão são bem diferentes. O Brasil tem o vestibular, que é mais dirigido para áreas específicas. Por exemplo, um aluno que quer se formar em administração faz o vestibular para administração--e tem vários vestibulares que pertencem a muitas áreas. Nos EUA, temos duas provas de admissão--o SAT e ACT. Qualquer um dos dois é geralmente aceita em todas as universidades, mas o SAT é mais comum no sul do país. (Eu, sendo do Texas, sempre fui mais preparada para fazer o SAT, mas acabei fazendo os dois exames.) Os dois são mais ou menos iguais, e contêm seções de matemática, leitura, escrita e, no ACT, ciência. Todas as materiais são básicas--difíceis, mas não tão especificadas para uma área só. E, não podemos esquecer do TOEFL, que é o exame de admissão para estudantes estrangeiros. (Temos ótimos cursos aqui para preparação do TOEFL!)
  5. Assim que entrar na universidade aqui, tem que escolher sua especialização--daí, você entra no "college" da sua escolha. Por exemplo, a minha especialização (o que nós chamamos de Major) é português, então meu "college" é o de Humanities--pois o português pertence a essa categoria. Em vez de só fazer aulas de português ou da sua especialização, todos os alunos tem que fazer aulas de informações básicas: ciência, leitura, escrita, matemática, religião, história, etc. Essas aulas não têm nada a ver com o Major, mas são necessárias para a formatura.
  6. Além de só ter universidades particulares e públicas, também temos trade schools e associate schools. Essas faculdades normalmente duram só 2 anos em vez de 4, e são mais dirigidas para os alunos conseguirem um emprego logo depois. Essas faculdades oferecem menos aulas do que uma universidade, mas são mais fáceis de entrar e mais baratas também.
E por fim, só queria partilhar a minha opinião. Já estive na Universidade Federal de Mato Grosso (em Cuiabá) e na Universidade Federal de Paraíba (em João Pessoa), e provavelmente 7 ou 8 universidades daqui. Mesmo não sabendo muito sobre a qualidade dos cursos no Brasil, dava para ver que as universidades aqui são de um outro nível. Na verdade, a situação é triste de ver. Acho que o governo dos EUA tem dado mais importância ao sístema educacional--mesmo não sendo o melhor do mundo, e muito longe de ser perfeito. Talvez eu precise conhecer mais das universidades do Brasil ou visitar uma que é particular... mas a respeito de estrutura, tecnologia, recursos--acho o sístema aqui muito, muito melhor. Além disso, nunca vi uma greve dos professores aqui. Para mim, isso mostra como o Brasil precisa melhorar e fazer a educação mais de uma prioridade. 

Espero que esse post tenha sido informativo. Se está querendo estudar aqui, a Nomen Global é um ótimo lugar para começar. Temos cursos de vários níveis de inglês e de preparação para exames como o TOEFL, LSAT, GMAT e GRE. Estamos aqui para ajudar melhorar seu futuro! 






Palavra do dia: silly

Olá pessoal!
Hoje queria voltar àlgumas das sérias que tinha começado antes, uma delas sendo "A Palavra do dia" ou, The Word of the Day.

Hoje, a palavra é silly, que significa "bobo" ou "doidinho". Normalmente tem uma conotação boa, e se usa muito para descrever cachorrinhos, bebês, criançinhas, etc.

Porém, também pode signicar "rídiculo", mas você típicamente usaria uma palavra mais forte--como "ridiculous" mesmo.

Vamos ver um exemplo:

Child: Mom, I want to eat 5 ice creams today!
Mom: No, son, you'll get a stomach ache.
Child: No I won't! I really want to!
Mom: Stop being so silly!

Criança: Quero comer 5 sorvetes hoje!
Mãe: Não, filho, vai ficar com dor de barriga.
Criança: Vou não, mamãe! Quero mesmo!
Mãe: Pare de ser bobo!

E aí, conseguem pensar num outro exemplo?



Comparação: Os Produtos de Apple no Brasil e nos EUA

Todos nós sabemos como inglês é importante no mundo de hoje. Para ter sucesso no seu futuro, inglês é a chave! Isso, então, deve ser o primeiro motivo para fazer um intercâmbio aqui nos EUA, e mais especificamente, na Nomen Global.

Porém, não podemos ignorar a diferença entre preços de produtos populares no Brasil e nos EUA. Talvez um dos aspectos dos EUA mais emocionantes seja os shoppings e as lojas... E, para ser honesta, aqui é um dos melhores lugares do mundo para fazer compras.

Hoje, dia 9 de setembro, Apple anunciou quais seria os novos produtos esse ano. (Veja mais sobre isso aqui.) Já tem pessoas esperando nas filas de lojas para o iPhone 6! Vamos dar uma olhadinha aos preços aqui nos EUA:






Como vocês podem ver, as opções são muitas e com preços extremamente acessíveis.

Espero que vocês venham para estudar primeiro, mas que não se esqueçam de aproveitar das várias oportunidades--os iPhones sendo uma delas. :)

Se tiver alguma dúvida ou pergunta, não hesite em deixar um comentário lá embaixo ou mandar-nos um email: cai.olsen@nomenglobal.com.


Posso trabalhar com um F1 Visto de Estudante?

A resposta mais curta para essa pergunta é: mais ou menos... Pode, mas com certas limitações.


  1. Aqui na Nomen Global, existe a oportunidade de trabalhar como um recruitador (para outros alunos de qualquer país) enquanto você estuda. O F1 visto, o qual pedimos, permite que o aluno trabalhe no local onde ele estuda. Porém, já que Nomen é uma escola particular, não há oportunidades para todos os alunos trabalharem. Mas, se realmente está precisando, ou não consegue se suportar sem trabalhar, estamos aqui para ajudá-lo!
  2. Ninguém pode trabalhar fora da escola no primeiro ano de estudos aqui nos EUA. Depois de um ano, há três opções: 

  • Curricular Practical Training (CPT)
  • Optional Practical Training (OPT) (pre-completion or post-completion)
  • Science, Technology, Engineering, and Mathematics (STEM) Optional Practical Training Extension (OPT)
Isso significa que, com permissão do governo americano, pode trabalhar na sua área de estudo. 

Depois de aprender inglês na Nomen, pode transferir a uma faculdade, progama de pós-graduação, ou outra escola. Normalmente, universidades têm mais opções de trabalho, e permitem os alunos internacionais trabalharem, no máximo, 20 horas por semana.

Primeiro, então, acho melhor aprender inglês e depois procurar algum programa ou curso de faculdade. Assim, pode continuar seus estudos e, ao mesmo tempo, trabalhar. 

Espero que isso tenha ajudado um pouco! Qualquer pergunta ou dúvida, deixe um comentário embaixo, ou mande um email para: cai.olsen@nomenglobal.com. 

Estava com saudades!

Olá pessoal, tudo bem?

Faz tempo que não escrevo um post aqui no blog, pois estava no Texas e depois no Brasil por quase 2 meses. Só voltei hoje!

Aqui em Utah, as cores das árvores estão mudando, e outono está chegando! Agora seria um ótimo tempo para se inscrever na Nomen Global. As férias estão chegando, e há muitas, muitas coisas para fazer.
Sempre sonhou em passar o Natal o Ano Novo em Vegas? Que tal Disney Land? A Nomen Global, localizada em Provo, Utah, fica muito perto de vários destinos turísticos.

Temos a maior escola particular de inglês, com vários níveis de inglês e cursos de preparação para exames como o GMAT, TOEFL, LSAT e mais. Garanto que temos exatamente o que você precisa para alcançar suas metas, melhorar seu inglês e até entrar numa faculdade nos EUA ou num programa de pós-graduação. Qualquer coisa é possível aqui na Nomen!






최원정군은 환영합니다!



최원정군은 형과 함께 Nomen Global을 시작했습니다. 두 형제는 중국 연길에서 태어나 상하이에서 대부분의 삶을 보냈죠. 그리고 원정은 미국에 2년전에 와서 영어를 이미 잘 합니다. 조선족으로 한국어, 영어, 중국어를 잘하는 3개국어를 하게 되었네요! 이 언어들에 대해 질문이 있다면 원정에게 물어보세요.
원정은 튀긴 음식을 좋아하고 그중에서도 미국의 피시스틱을 좋아한답니다. 일본 애니메이션에 관심이 많고 남는 시간에는 그림그리기를 즐긴답니다. 

원정은 Nomen Global의 선생님들이 친절해서 좋고 각 교실과 복도에 있는 장식들, 정보들이 아주 맘에 든다고 합니다. 원정에게 말 걸어보고 좋은 아시안 친구를 만드세요!

최원혁군을 소개합니다!




중국 상하이에서 온 최원혁 군을 소개합니다. 동생과 함께 이곳 Nomen Global에서 공부를 시작했습니다. 원혁은 연변에서 태어나 상하이에서 대부분을 살았고 조선족으로 한국인의 피를 가지고 있습니다. 그래서 이 형제는 중국어, 한국어를 잘하고 곧 영어도 잘 하게 될것 입니다!
음악 듣기가 최미이니 친구들은 음악에 대해 함께 이야기하면 좋겠습니다.
원혁은 전통적인 한국음식, 된장찌게, 김치찌게, 청국장등을 좋아하며 미국음식은 스테이크가 좋다고 하네요.
Nomen Global의 친절한 선생님들이 매우 좋고 그분들과 함께 배우는 것이 좋다고 합니다.
모든 학생들, 만나서 반갑습니다!


Welcome to Won-jung Choi!!


Won-Jung Choi was born in Youn-kil, same as his brother. He also spends most of his life in Shanghai.
He came to America couple of years ago, so his English is already quite good! It means he is tri-lingual person! If you have any question in Chinese, Korean or English, he can answer for you.
His favorite food is all kinds of fries.  Especially he likes fish sticks in America. And if you’re interested in Japanese animation, you can share your thoughts with him. He spends his spare time with animation drawing.

He likes his nice teachers in Nomen Global and all the decorations in each class rooms. Talk to him and make a good Asian friend!

Welcome to Won-Hyuk Choi!!





Won-Hyuk Choi is from China. He and his brother are Korean Chinese so they can speak Chinese and Korean fluently. Of course in near future English too!!
Won-Hyuk (older one) was born in Yeon-byeon in China and spends most of his life in Shanghai. He likes Korean traditional food like Cheong-guk-jang, Doun-chang-chi-gea. And he also likes American style beef stakes! He enjoys listening music all the time.
His favorite things in Nomen Global is kind teachers, he really enjoy studying with those nice teachers.  
Happy to see you all, Nomen Global students!


오늘 아침 노먼 글로벌을 둘러봅시다.


오늘은 프로보 유타 Nomen Global Language Center안에 무엇을 볼 수 있는지 카메라와 함께 돌아보겠습니다. 여러분과 나눌테니 함께 즐겨보세요!
저희 선생님들은 친절하고 도움을 많이 주지만 또한 학생들이 학교에 있는 동안 영어를 배우도록 동기부여 하는 것에 게을리하지 않습니다. 이 사진에 있는 교실에 들어가면 오직 영어! 만 사용할 준비를 해야 합니다. 


복도에서 선생님과 학생이 편하게 이야기하고 있습니다. 저희 선생님들은 각 학생들을 하나하나 생각하고 항상 개인적인 지도와 도움을 제안합니다.


학생들은 온종일 앉아아 기계적으로 영어를 배우지 않습니다. 대부분 서서 활동하며 역할극을 준비하며 자신의 영어의 이해와 사용을 발전시킵니다. 짧은 연극을 위해 준비하고 있네요.


그리고 학생 배우들이 여기 보입니다. 옷을 입고 다가올 연극을 리허설 합니다. 노먼 글로벌의 학생들은 기본적으로 이러한 활동에 참가합니다.



저희 학생인 마리아는 학생들이 토플 시험을 준비하거나 영문법을 배울 때 저희가 학생들을 어떻게 잘 준비시키는지 알고 있습니다. 저희 학교는 늘 이런 학생들의 웃음으로 가득합니다!



영어를 배우려면 즐거움과 함께 규율속에서 공부해야 합니다. 저희 학생들은 하루에 4시간씩 이러한 교실에서 인증받고 경험 많은 선생님들과 시간을 보냅니다.


여러분도 유타주 프로보의 노먼 글로벌로 초대합니다! 단지 영어를 배우기 뿐만 아니라 미소와 즐거움이 함께 하기 때문이죠. 미국은 영어를 배우고 말하는데 환상적인 장소입니다!

Inglês é a Chave para seu Sucesso!


No mundo competitivo em que vivemos, a habilidade de falar, ler, e escrever em inglês é a chave para seu sucesso na sua educação e carreira profissional. Você precisa de uma escola confiável que possa te ensinar eficientemente. Nomen Global é essa escola! Nomen Global se localiza aos pés das montanhas Wasatch em Provo, Utah, EUA. Nomen Global trabalha há 19 anos, com mais de 6.500 alunos ao longo dos anos, vindo de mais de 58 países diferentes, inclusive China, Coréia, Rússia, Brasil, México, Venezuela,  Haiti, Mali, Tailândia, Vietnã e Arábia Saudita. A escola é certificada pela Comissão de Acreditação da Língua Inglesa (CEA). Todos nossos instrutores são qualificados e têm anos de experiência e o pessoal da escola é muito amigável.

Os valores do curso são comparáveis com outras escolas de inglês nos EUA, então você sempre vai pagar um valor que é justo—nada mais, nada menos. Podemos te oferecer moradia com uma família americana ou te ajudar achar um apartamento barato para alugar sozinho ou com outros alunos e amigos.
Nosso curso é extremamente flexível, pois é dividido em blocos de 2 semanas, permitindo o aluno começar e sair do curso quando quiser. Você que escolhe o número de blocos que quer ficar e você que decide a sua data de início. Oferecemos níveis principiantes de inglês até níveis mais advançados. Você pode identificar seu nível de inglês aqui..
Além de cursos intensivos de inglês, temos vários cursos de preparação para provas como o TOEFL, o GMAT, o LSAT e o GRE.  Todos nossos cursos conduzem ao sucesso de longo prazo! Aprenda mais sobre os cursos aqui:
-GRE
Para começar essa nova fase da sua vida, terá que obter um visto de “F1”, para estudantes, do consulado americano. Clique aqui para aprender mais sobre o processo de tirar o visto.

Estamos ansiosos para vê-lo aqui na Nomen Global e poder ajudá-lo ter sucesso, aprender inglês e preparar-se para o futuro!


Nomen Global Language Center.
384 West Center Street
Provo Utah 84601 USA
Telefone: 801-377-3223

Fax: 801-377-3993

Quer conversar conosco? Clique aqui.

Looking Around Nomen Global This Morning.


We took our camera this morning and walked around Nomen Global Language Center, in Provo, Utah, to see what we could see.  We found some interesting things going on.  We want to share them with you.  Enjoy!
Our instructors are friendly and helpful, but they are also dedicated to motivating students to learn English while they are in school.  When you enter this classroom, be prepared to speak ONLY ENGLISH!


An friendly student/teacher conference in the hallway between classes.  Our staff thinks of each student as an individual, and always offers individual help and guidance.

Students do not sit all day, learning English by rote.  They are up and active most of the time, role-playing and preparing for activities to enhance their understanding and use of the English language.  Here a class prepares to act in a brief play . . .

`And here are the student actors, dressed up and rehearsing for the upcoming performance.  Nomen Global students participate in these kinds of activities on a regular basis.



Our student Maria knows how well we prepare our students for success, whether they are preparing to take the TOEFL test or are learning English grammar.  Our school is always filled with smiles just like hers!




To learn English you must stay focused and disciplined, as well as have fun.  Our students spend four hours each day in classes such as this one, where they are trained by qualified and experienced teachers.


We invite YOU to come to Nomen Global Language Center, in Provo, Utah, not just to learn English, but to smile and have a good time!  America is a wonderful place to learn to speak English! 


Uma Visita na Nomen Global

Olá pessoal! Hoje na Nomen Global, estamos comemorando 15 anos de trabalho aqui no centro de Provo, UT. Oferecemos vários cursos de inglês, de níveis básicos até níveis mais advançados. Se você estiver aqui, venha vististá-nos! Se não, esperamos que gostem dessa visita virtual! Confira aqui.

Isto é o exterior da escola. Oferecemos estacionamento gratuíto para o corpo docente e todos os estudantes. A escola fica do outro lado do Covey Center for the Arts, onde espetáculos ao vivo ocorrem quase toda noite. Cultura e entretenimento nunca faltam aqui em Provo!




Aqui é uma de nossas salas de aula. É importante para nós que os alunos tenham um lugar limpo e tranquilo para que possam comunicar e aprender de nossos professores qualificados! 


Aqui é a sala de computadores. Os alunos podem fazer provas de preparação para o TOEFL, GMAT e mais antes de fazer a prova real. Nossos professores têm anos de experiência trabalhando nesse ramo, e podem ajudá-los com qualquer dúvida ou pergunta.



Aqui é a area onde os alunos podem descansar, comer e bater um papo com amigos antes e depois das aulas. Temos uma microondas para que você não tenha que comer fora. Temos várias atividades muitas vezes por mês para nossos alunos.


Isto é a recepção da escola. Você será bem-recebida por nossa secretária Tina. Quando você diz "Hi Tina!", ela sempre te dá um doce. 

Temos muito orgulho de nossa escola! Esperamos que possamos falar com você em breve! Para receber mais informações de como você pode fazer intercâmbio aqui na Nomen, clique aqui.



레이져 택 좋아하세요?



지금 Nomen Global Language Center 에서 영어를 공부하고 있었다면, 바로 지금 말입니다, 여러분은 레이져 택 팀을 만들어 다음달 8월에 있을 Laser Storm National Laser Tag Tournament에 나갈 수 있습니다! 현재 저희 학교의 ESL 학생이라면 당장 팀을 만들 수 있습니다. 
얼마나 재미있나요?
Laser Assault 는 Laser Storm National Laser Tag Tournament를 2014년 8월 14일에서 17일까지 개최한다고 밝혔습니다. 전국 각지에서 올라온 팀들이 프로보에 모여 전국 최강을 가립니다. 이 토너먼트는 참가를 원하는 모든 5인 팀을 받습니다. 801-374-3400으로 전화해서 등록할 수 있습니다.  
Laser Assault는 지난 20년간 유타에서 가장 뛰어난 레이져 택 회사입니다. 생일파티와 데이트 미팅, 회사 파티, 교회 모임 등을 대행합니다. 
오픈 시간은 월-금 오후 3시부터 자정까지. 토요일은 오전 10시부터 자정까지 입니다.